<$BlogRSDURL$>
Doidimais Corporation
Pesquisa personalizada
terça-feira, outubro 12, 2004
 

RISCANDO O CÉU DE OUTUBRO

Como as gotas de chuva riscando o céu de outubro, aí vão, gotejantes, vários pequenos pensamentos.

***

Lucas Mendes, o apresentador do programa dominical Manhattan Connection, alça todas as semanas um esforço de imortalidade. Em vez de terminar o trabalho com o sóbrio "boa noite" de um Bonner, ele vai além - sorri e acrescenta um "até a próxima".

Concretizando-se cada "até a próxima" todo domingo, ele sabe que, de semana em semana, vai garantindo um pouco mais de vida. Mais sete dias de debates, guerras, descobertas científicas, escândalos, ataques terroristas, eleições, quedas e altas na Bolsa, lançamento de livros e filmes, entrevistas diversas, enfim - mais sete dias de vida neste planetinha tão movimentado.

Debatendo por um mundo melhor. Sete dias de cada vez.

***

Eu não entendo essa coisa de "ah, mas esse veículo é para um grupo mais politizado". Como se isso fosse sempre algo bom. Uma coisa é público mais culto, mais erudito, mais instruído... mas politizado pra mim soa como pessoa com mente formada, seguidora firme de um partido, dogmática, estagnada. O Betão é um cara super-politizado. Os guevaristas da FAFICH também, e também os panfletários do PSTU, os skinheads e os olavetes.

Agora, que a Caros Amigos¹ é orientada para um público mais politizado... ah, isso eu concordo.

***

Lembram daquele post onde eu discutia a noção de que o melhor caminho é sempre o do meio? Isto é, a idéia de que a verdade está sempre no equilíbrio?

Pois me veio a cabeça que essa idéia - que ilustrei ser errônea - nos foi herdada de Aristóteles. Ele que desde esse tempão todo já vem martelando a tal justa medida. Longe de mim discordar do fato de que as coisas têm realmente de vir em certas quantias, nem muito mais nem muito menos. Tal idéia, porém, revela-se completamente vazia e dotada de nenhum poder explicativo, quando observamos situações bem simples.

Entre jejuar para sempre e comer toda a comida do mundo, o melhor caminho não está no ponto médio dos extremos. Está na verdade extremamente próximo de um deles. Da mesma forma, entre falar somente a verdade e falar somente mentiras, não se leva uma boa vida mentindo em metade de tudo que falamos - na verdade, a porcentagem de verdades deve ser bem próxima do total de coisas que falamos, sob o risco de cairmos em contradições humilhantes e/ou perdermos vários pontos no quesito reputação. (esta porcentagem, evidentemente, pode ser substancialmente reduzida no caso de políticos, advogados, médicos e certas outras profissões).

Assim, Aristóteles nos ensina a seguir o caminho do meio, embora o meio quase nunca esteja realmente no meio. Mas que belíssimo ensinamento.

***

E tem aquela do estóico que entrou no bar e falou pro barman:

- Barman, nós somos todos racionais.

- Arrã - fez ele, enxugando um copo.

- Todos nós. Todos. Certo?

- Certo.

- E a razão é igual para todos... embora seja arriscado dizer que raciocinamos todos do mesmo jeito, todos, ao raciocinarmos, chegamos às mesmas conclusões.

- ...

- Cálculos matemáticos, estratégias militares, decisões cotidianas... se munidos das mesmas informações e usando o mesmo aparelho de raciocíno, pensamos - racionalmente - igualzinho.

- Sem dúvida.

- Mas e se a moral vier da razão?

- O que é que tem a moral a ver com isso?

- Ora, se a moral vêm da razão, e se somos todos racionais, e todos racionais do mesmo jeito, então a moral tem que ser igual pra todo mundo!

- É vero - grunhiu.

- Todo mundo, entendeu? A moral é igual para todos! Todos os malditos povos, culturas... todas as pessoas, independentemente de sexo, idade, religião, visão política... tem que ter o mesmo raio de moral! - e bateu no balcão com força.

- É o que parece.

Neste momento o estóico sacou uma arma e apontou para o barman.

- Mas o quê é isso?

- Passa a birita que hoje eu não tô procê não.

***

A morte de Christopher Reeve foi usada pela Rede Globo com fins políticos. No Jornal Hoje desta segunda-feira, logo após o anúncio da morte do ator e ativista, mencionaram que enquanto George W. Bush se opõe ao financiamento federal de pesquisas com células-tronco, John Kerry garante que se eleito vai gastar dinheiro nisso. Logo após esta comparação, mostraram uma pesquisa que indica o republicano com 44% das intenções de voto, contra 47% para o democrata - ressaltando, com certa má vontade, que a margem de erro da pesquisa é de 4 pontos percentuais - portanto, inda estão empatados.

Evidentemente, apesar de deixarem claro que as pesquisas com células-tronco podem no futuro salvar casos como o de Reeve, não ressaltaram que caso Kerry venha a financiar as pesquisas, terá que tirar dinheiro de algum lugar. E o orçamento do governo dos EUA não é lá o tópico menos polêmico do mundo.

Nada, claro, contra o ator e ativista Reeve, que fez valer na vida real o papel de herói que lhe fez famoso. Muito menos contras as pesquisas - Lula bem que podia cortar salários de deputados federais e senadores e usar o dinheiro para ajudar os cientistas brasileiros.

É profundamente triste - mas sobre os túmulos dos heróis os espertos fazem mais do que vender lenços.

Descanse em paz, Reeve. E que viva para sempre o Super-Homem.

***

Nesta cinzenta semana perdemos outro ícone cultural: Fernando Sabino. Agora eternamente ligados pela triste coincidência de terem deixado o mundo num mesmo - curto - espaço de tempo, não se sabe qual figura é mais digna do título de Grande Mentecapto.


¹ No Cartoon Network, a extremamente subversiva figura do Número Um apareceu iniciando um discurso com as palavras "caros amigos!". O que andam lendo os tradutores do Cartoon brasileiro...?
 

Peixes:
Comments: Postar um comentário
A corporação mais lucrativa, subversiva e informativa do planeta. Doidimais Corporation- expandindo pelo mundo para que você expanda o seu. Doidimais Corporation- ajudando você a ver o mundo com outros olhos: os seus. Doidimais Corporation- a corporation doidimais. doidimaiscorporation[arrouba]gmail[ponto]com

ARQUIVOS
Fevereiro 2004 / Março 2004 / Abril 2004 / Maio 2004 / Junho 2004 / Julho 2004 / Agosto 2004 / Setembro 2004 / Outubro 2004 / Novembro 2004 / Dezembro 2004 / Janeiro 2005 / Fevereiro 2005 / Março 2005 / Abril 2005 / Maio 2005 / Junho 2005 / Julho 2005 / Agosto 2005 / Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Agosto 2006 / Março 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Dezembro 2007 / Março 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Agosto 2008 / Março 2009 /


Powered by Blogger