<$BlogRSDURL$>
Doidimais Corporation
Pesquisa personalizada
terça-feira, setembro 14, 2004
 

E LÁ VAI

Voltei a fazer quadrinhos em sala de aula. Passei todo o primeiro semestre deste ano sem fazê-lo. Em teoria, isto que você está lendo agora é um fragmento autobiográfico, recentemente proibido por mim mesmo neste site. Por outro lado, nada do que vou dizer é realmente pessoal, mas meramente diz respeito a processos criativos e idéias. Seu típico material DOIDIMAIS CORPORATION.

Vocês que são de fora não conhecem as centenas (sim, centenas) de páginas de quadrinhos que produzi entre 1998 e 2003. A grande maioria envolve pessoas do meu colégio em situações mais ou menos reais - com alguns twists bizarros ou fantásticos. Mas umas tantas outras são histórias completamente originais, algumas originadoras de personagens recorrentes, inclusive. Dentre os meus favoritos, estão Xeque e Mate, os Destruidores de Coisas¹ - Xeque é um assassino maníaco que sempre usa terno e óculos escuros, portando duas armas de fogo; Mate é um mendigo corcunda semi-careca viciado em crack que porta sempre seu pé-de-cabra. Dentre os favoritos do público, estão José Umé, o tenista cujo sobrenome vem do famoso grito de Guga; e séries como Na Meningite (doze professores numa gincana numa ilha deserta), Vamos Todos Nos Danar (alunos numa grande saga com magia e super-poderes), A Lenda de Zurayde - "Oh, Karina!" do Tempo (a paródia de um videogame mais hilária de todos os tempos) e Casa dos Maristas (reality show com alunos e professores).

Não imaginam o trabalhão que dá bolar todo o novo elenco - decidir como fazer, com traços extremamente simples, dezenas de personagens novos - professores e colegas. Gosto muito de alguns resultados - uma garota da minha sala cujo apelido é Bândida (sic) ficou com uma espécie de fantasia de PapaBurger; já o Nelly ficou com bandana e óculos escuros; e o professor Rodrigão é minha versão do Comic Book Guy dos Simpsons.

Não sei se os anos de faculdade vão ser tão frutíferos quanto os de colégio em termos de páginas de quadrinhos - mas que vão render material, ah isso vão.

***

Vocês acreditam que corro sérios riscos de não ser o Cedê no curso de Comunicação Social na UFMG? Por causa de uma aula na qual o professor pediu um exemplo de bandeira assimétrica, e eu sem nem pensar respondi "Zimbábue!", pode ser que pegue o apelido Zimba!

ZIMBA? Mas que bosta hem?! Cedê é um apelido tão legal...


¹ A minha própria tradução para o inglês deste título, nunca antes publicada², é Stuff Fuckers. O logotipo seria um FFF.

² Pleonasmo. O antes é desnecessário, claro.
 

Peixes:
Comments: Postar um comentário
A corporação mais lucrativa, subversiva e informativa do planeta. Doidimais Corporation- expandindo pelo mundo para que você expanda o seu. Doidimais Corporation- ajudando você a ver o mundo com outros olhos: os seus. Doidimais Corporation- a corporation doidimais. doidimaiscorporation[arrouba]gmail[ponto]com

ARQUIVOS
Fevereiro 2004 / Março 2004 / Abril 2004 / Maio 2004 / Junho 2004 / Julho 2004 / Agosto 2004 / Setembro 2004 / Outubro 2004 / Novembro 2004 / Dezembro 2004 / Janeiro 2005 / Fevereiro 2005 / Março 2005 / Abril 2005 / Maio 2005 / Junho 2005 / Julho 2005 / Agosto 2005 / Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Agosto 2006 / Março 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Dezembro 2007 / Março 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Agosto 2008 / Março 2009 /


Powered by Blogger