<$BlogRSDURL$>
Doidimais Corporation
Pesquisa personalizada
domingo, agosto 22, 2004
 

CHILE
(ao som de muita música de videogame)

Não quero meus textos em livros bonitos, coloridos, com ilustrações caprichadas e criativas. Antes, quero-os em folhas fotocopiadas unidas tão-somente por grampos - para que possam, muito mais que vistos, efetivamente lidos: ou seja, grifados, marcados, com anotações diversas, circulados, parenteseados, chavados, acolchetados, hachurados, rasgados, amassados e cuspidos.

Um dos melhores fessores que tive foi o Heleno, fessor de Português da minha 6ª série¹. Eu lembro dele falando sobre isso. Ele dizia que os alunos, em sua maioria, eram muito ruins de leitura - fato este evidenciado pelas suas provas, com textos virgens, impecáveis em apresentação. As melhores notas em interpretação de texto vinham de alunos como eu (nunca fui modesto nem bonito), que grifam² frases meramente por acharem-nas bonitas, fazem desenhos de carinhas felizes nas boas piadas, escrevem acusações feias ao autor inda que ele esteja morto há anos, circulam frases em pontos diferentes do texto e as conectam com uma linha, e rabiscam a valer, promovendo um pandemônio no papel.

Por isso que eu queria que³ todo mundo tivesse um monitor auto-limpante - para poder meter a caneta no DOIDIMAIS CORPORATION.

***

Não quero do DOIDIMAIS CORPORATION um fotolog, nem um diário. Mas já que o último post foi intitulado Zimbábue, não faria mal o seguinte ter o nome Chile. São esses os países que já representei em simulações da ONU.

A bela foto que ilustra este post - tirada em julho deste ano em Brasília, numa festa do AMUN - têm dois erros, é verdade. O primeiro: a bandeira chilena está segurado ao contrário. Pode não parecer grande coisa. Mas você acharia bonita uma foto onde se lê ossergorP e Medro?

O segundo erro: a varinha de bruxa que uma das delegatas do Uruguai segura está na frente da minha boca, dando a impressão de que ela palita meu dente.

Inda assim, é uma bela foto - e clicando nela vocês verão uma versão bem maior, digna de se tornar o wallpaper de seus desktops por algum tempo.

Antes que eu me esqueça - da esquerda para a direita: Pamela; delegada do Uruguai cujo nome me escapa neste breve momento; eu, fantasiado de Agente Smith (alias Batman alias Cedê) ; Muts (alias Doninha); Igor Miau (alias Lanterna Verde, alias Cabaço); Richard (a.ka. Friminas); Castor (alias Super-Homem); Da Mata, fantasiado de Harry Potter em Hogsmeade (alias Flash, alias Barata); e garota cinza.

***

Amanhã terei minha primeira aula na Universidade Filosófica Milenar da Grécia. "Tópicos em Comunicação Social: Introdução aos Estudos da Linguagem", às 9:30. Vale 3 créditos.

Obviamente, um acontecimento de tamanha importância merece um post de antecipação. Entretanto, decidi colocar no início do post o texto que começasse com a frase mais intrigante, o que inclusive atrasa a explicação da fotografia e do título.

Não é lá o acontecimento do século. Já sou universitário, estou no 2º período de Internações Relacionais na CUP-Minas. Mas poxa, Federal é Federal (frase esta das mais ouvidas por mim em 2003).

Depois eu mostro pra vocês a paródia de New York, New York que eu fiz ano passado, que conta a história de alguém querendo ir para a UFMG como se ela fosse a Big Apple. Eu até canto se pedirem, só não garanto que minha voz seja assim um Sinatra.

***

Hoje eu vi Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças (Jim Carrey, Kirsten Dunst, Elijah Wood e Kate Winslet - Ace Ventura, Mary Jane, Frodo e Rose* no mesmo filme!).

É bem divertido e tem uns truques legais. Traduz visualmente essa coisinha chamada memória de uma maneira vívida- é como se eu tivesse aprendido alguma coisa útil para uma carreira em Comunicação. Os flashes de cenas vividas no passado são tão bem costurados que dá pra sentir-se em casa - o protagonista Joel caminha pela sua memória do mesmo jeito que eu ou você fazemos com as nossas. Bem ali, na tela na sua frente.

***

Tem diário demais nesta merda. Chega. Vou voltar aos textos universais.

¹ Leia-se 1998.
² E não "grifavam", como pode parecer mais certo. Afinal, eu ainda grifo.
³ Eu poderia ter escrito simplesmente "queria que", mas optei por esta contrução porque ela me é foneticamente mais agradável.
* Quem entende de O Senhor dos Anéis percebe o problema com esta frase. Frodo e Rose não podem ficar juntos, porque Rose se casa com seu amigo Sam.
 

Peixes:
Comments: Postar um comentário
A corporação mais lucrativa, subversiva e informativa do planeta. Doidimais Corporation- expandindo pelo mundo para que você expanda o seu. Doidimais Corporation- ajudando você a ver o mundo com outros olhos: os seus. Doidimais Corporation- a corporation doidimais. doidimaiscorporation[arrouba]gmail[ponto]com

ARQUIVOS
Fevereiro 2004 / Março 2004 / Abril 2004 / Maio 2004 / Junho 2004 / Julho 2004 / Agosto 2004 / Setembro 2004 / Outubro 2004 / Novembro 2004 / Dezembro 2004 / Janeiro 2005 / Fevereiro 2005 / Março 2005 / Abril 2005 / Maio 2005 / Junho 2005 / Julho 2005 / Agosto 2005 / Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Agosto 2006 / Março 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Dezembro 2007 / Março 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Agosto 2008 / Março 2009 /


Powered by Blogger