<$BlogRSDURL$>
Doidimais Corporation
Pesquisa personalizada
domingo, agosto 15, 2004
 


BUSY, MONSIEUR
(ao som de Linkin Park - Breaking the Habit)

Estou ficando cada vez mais ocupado. Candidatei-me a Conselheiro Executivo da Revista Fronteira, um periódico semestral de iniciação científica em Internações Relacionais publicada pela CUP-Minas. O resultado sai amanhã. Consegui o cargo de Voluntário Administrativo para a V MINI-ONU. Minhas aulas na UFMG começam na próxima semana. Meu segundo exame de direção será nessa semana também. Estou trabalhando para a Empresa Júnior de Internações Relacionais, juntamente com duas garotas, num manual de etiqueta de negócios para a França - será entregue para uma missão da FIEMG no mês que vem. Como se não bastasse, amanhã às 9:30 tenho duas coisas para fazer: aula de auto-escola e a segunda reunião da Associação de Ex-Alunos do Colégio Marista Dom Silvério. À primeira eu faltei porque no horário dela eu tinha duas coisas para fazer na CUP: reunião dos representantes de turma e apresentação da Empresa Júnior. No meio disso tudo, ainda tenho que arranjar tempo para fazer os trabalhos de faculdade.

Memories consume...
Like opening the wound
I'm picking me apart again
You all assume...
I'm safe here in my room
Unless I try to start again
I don't want to be the one
The battles always choose
´Cause inside I realize
That I'm the one confused

Nevertheless, eu ainda faço questão de, por exemplo, escrever o DOIDIMAIS CORPORATION, ou ainda fazer como fiz ontem e mestrar uma aventura de Dungeons & Dragons para alguns amigos. Jogamos até 1 hora da manhã.

E sabem por quê? Porque, assim como já dizia o sábio Scatman John, I wanna be a human being, not a human doing!

I don't know what's worth fighting for
Or why I have to scream
I don't know why I instigate
And say what I don't mean
I don't know how I got this way
I know it's not alright
So I'm breaking the habit...
I'm breaking the habit
Tonight!

***

Clutching my cure
I tightly lock the door
I try to catch my breath again
I hurt much more
Than anytime before
I had no options left again

Na foto que ilustra este texto, o Agente Smith faz com a mão esquerda o sinal americano para "O.K", considerado extremamente ofensivo no Brasil. Esse mesmo sinal, colocado sobre o nariz, é usado na Colômbia para significar que a pessoa em questão é homossexual. Divirta-se contando isso para seus amigos próximos e usando o sinal sempre que alguém que você quer zoar estiver falando.

Note que a foto também foi escolhida para o texto de hoje por um motivo especialmente especial (ha!). No canto esquerdo aparece a mais importante invenção do mundo: o bebedouro!

I don't want to be the one
The battles always choose
´Cause inside I realize
That I'm the one confused


***

I don't know what's worth fighting for
Or why I have to scream
I don't know why I instigate
And say what I don't mean
I don't know how I got this way
I´ll never be alright

So I'm breaking the habit...
I'm breaking the habit
Tonight!


Alguém aí reclama da existência dos shoppings? São "templos de consumo", "isolados da área urbana", "vilões que fizeram fechar os cinema de rua", "mini-cidades artificias asquerosas terrivelmente limpas e cheias de mármore e neon infectos"?

Talvez vocês prefiram os gulags?

I'll paint it on the walls
'Cause I'm the one at fault
I'll never fight again
And this is how it ends

***

Tive uma idéia maluca. Certo, isto não é novidade, mas esta idéia em específico é.

Ao ter uma idéia para texto especialmente boa, vou desenvovê-la não com um, mas com dois textos. Um será uma crônica, com personagens caricatos, várias linhas de diálogo, humor de vários tipos, tudo desfiando a idéia e expondo como é ridículo não acreditar nela.

O outro será uma dissertação séria, sem diálogo e com pouco ou nenhum humor, apresentando argumentos e fatos que confiram sustentabilidade à tese.

A folha será cortada na vertical, ao meio, e eles deverão ser lidos em paralelo. Os leitores mais desatentos podem demorar a (ou nunca) perceber que os textos tratam da mesma idéia - eles terão títulos diferentes.

Uma novíssima experiência textual, trazida a você pela DOIDIMAIS CORPORATION.

I don't know what's worth fighting for
Or why I have to scream
But now I have some clarity
to show you what I mean
I don't know how I got this way
I'll never be alright
So, I'm breaking the habit...
I'm breaking the habit...
I’m breaking the habit...
Tonight!!
 

Peixes:
Comments: Postar um comentário
A corporação mais lucrativa, subversiva e informativa do planeta. Doidimais Corporation- expandindo pelo mundo para que você expanda o seu. Doidimais Corporation- ajudando você a ver o mundo com outros olhos: os seus. Doidimais Corporation- a corporation doidimais. doidimaiscorporation[arrouba]gmail[ponto]com

ARQUIVOS
Fevereiro 2004 / Março 2004 / Abril 2004 / Maio 2004 / Junho 2004 / Julho 2004 / Agosto 2004 / Setembro 2004 / Outubro 2004 / Novembro 2004 / Dezembro 2004 / Janeiro 2005 / Fevereiro 2005 / Março 2005 / Abril 2005 / Maio 2005 / Junho 2005 / Julho 2005 / Agosto 2005 / Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Agosto 2006 / Março 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Dezembro 2007 / Março 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Agosto 2008 / Março 2009 /


Powered by Blogger